ANTROPOMYSTIKA

Espaço da moradia do Instituto de Artes da Unesp/ Vale da Lua

10 de junho de 2016

depois de Anamnese vieram as necessidades de outras linguagens. A antropofagia nos comia e caminhávamos rumo à Antropofrei. No entanto, para que fosse possível fazer o caldeirão de Antropofrei, era necessário pulsar a economia independente para o fazer transcendente. Festas para animar os viventes e fomentar a arte nascente!

Antropomystika foi a primeira festa gozosa realizada pela Cia. onde foram reunidos djs, performers, bandas e artistas que com o seu ser e estar possibilitaram o florescer de Antropofrei. O spaço escolhido para ocupar com prazer o primeiro ditirambo foi a parte do terreno dedicada à moradia estudantil do Instituto de Artes da Unesp, jamais construída.

do acaso das escolhas, a escolha da noite mais fria do ano! 10 de junho, 3°C na noite. Tesão e fogueira pra exquentar.

nessa primeira versão o anfitrião Apolo convida Dionysos para aumentar o festejo e guiar o cortejo! Na festa demos origem à NPrenda, loja onde se forja a troca da Companhia. 

Carta d Apolo à Dionysos

prazeroso Baco,

sou Sol e Oráculo, renasço e faço nascer em constante explosão. Falsa modéstia aos humanos, sem mim não seriam. Vivem do meu calor e a mim rezam pela cura da peste que eu mesmo trouxe, ao tempo que se envenenam dos teus ditos prazeres. Sedutor e barulhento, o senhor sabe muito bem que és aquele que as criaturas procuram nos cantos escuros. Observando do alto, cansei de ver teu gozo penetrar nas veias aos que olham meu reflexo e só vêem a refração.

pois bem, que assim seja. Decidi por uma noite tirar as pragas que rogo a essas fracas criaturas e expô-las ao seu bem querer, sem causa ou arrependimento. Por uma noite, quero viver entre esses que a nós clamam e deixá-las nas tuas mãos e quaisquer outras partes que lhe queriam apalpar. Interessado em entender o porque lhe são tão suscetíveis, vou sair de meu explendor e entrar onde meu brilho já não alcança, noite a dentro.

convido-o a ser o anfitrião da FEXXYTA ANTROPOMYSTICX, receba os seres inferiores e ofereça tuas sinceras esporradas e penetrações narcóticas. Divido o evento nas especulações terrestres de que a natureza é dividida em quatro elementos: TERRA – ÁGUA – FOGO – AR. Assim, crio uma aproximação com as ideias dessas humildes criaturas.

aos humanos, só espero que sejam aptos a nos entreterem. Aos que se sentirem em posição a tal, peço que preencham uma simples formalidade divina. Ao restante, mostre-nos do que são capazes.

gratiløz,
oracular Apolo

belo Apolo,

dispenso apresentações egóicas.

não estava esperando por um convite desses. Me surpreendi com algumas coisas: o convite se refere a uma FESTA, organizada por VOCÊ, que quer chamar a todos com um linguajar muito pomposo… Já preparei o vinho pra levar!!! Fico muito feliz de ter me chamado para ser o anfitrião, (acho que vai ser mais loko mesmo), mas saiba que não serei recepcionista de sua classe. Levarei as minhas Bacantes e criaturas também, e todxs xs outrxs que encontrar pelo caminho. Que estxs levem quem e o que quiserem e bebam o que puderem, além do riso gozoso e do olhar libydinoso.

não conseguiremos realizar esse caldeirão de orgya de terra, água, fogo e ar apenas com ordem e cronograma. É necessária a disposição espiritual e o tesão da alma para entrar sem couraças pudorosas nesse ditirambo. Mas não queiramos racionalizar, apolinizar esse evento. Vamos apenas ser e estar, beber e gozar! (E comer de vez em quando também, pois o banquete será farto).

olha Apolo, aposto que vai se surpreender com esses seres “humildes”…. Mas tempo dos humildes já foi! Estamos no tempo da orgya!!! Orgya de luta e sofá, de guerra e paz, de seco e molhado, Apolo e Dionísio. Façamos jus então a essa dualidade! Quadrangular e orecular.

não serão só os humanos que vão te entreter! Eu estarei lá no meio.

beijos de luz
orecul@r Dionysos!


Ficha Técnica

Criaturas Gozosas pilares do evento
Angelo Aleixo
Arthur Rizzo
Bruno Panhoca
Careaux Calsone
Caroline Consalter
Gabriel Zanelato
Juliana Gotz
Marte Ars
Marina Liz
Rafael Abrahão (Dionyso)
Rafael Pinheiro
Raul Moraes
Sofia Riccardi
Vitor Marques (Apolo)
Vitória Fava

Arte de divulgação
Marina Liz

Forja das camisetas e ecobags da NPrenda
Marte Ars
Marina Liz
Vitória Fava

Bandas
PIAP
Caraná
Capelo Gaivota
Arara Saudita
Bruno Caires e os Gongos
Caatingueiros Urbanos

Dj’s
PãN
Paula Caju
Victor

Performer
Sofia Riccardi (Dama de Paus)