Do vazio, cheio de possibilidades.

Ah! Se todas as dúvidas pudessem ser preenchidas.
Essas lacunas…
Possuem o hábil poder de aguçar a imaginação.

 Esperam a ilusão da certeza,
e nesse vazio de esperar,
arquitetam possíveis enchimentos robustos,
bordados com aquele sabor de verdade.

Mas no fundo e só dúvida,
é pura dúvida.

É nela que eu fico,
É dela que eu me nutro.
Ela é minha, por direito.

por Rafael Pinheiro (Pinto)

Deixe uma resposta