Amor Reciclável

A madame exibe seus ornamentos
O cavalheiro a olha de relance
Põem-se logo a conversar, atentos
A uma possível desculpa para algum romance

Resumo a história, antes que me canse:
Ambos descansam, sem ressentimentos
Pois o desejado estava ao alcance:
Falso amor, carregado pelos ventos

É assim constroem-se novos casais
Tão intangíveis, tão superficiais
Até que os dois não se suportem mais

Esquecem-se, ou tentam novamente
Até o sentimento, antes quente
Esgotar-se, morrer completamente

Igor Fialkovits

Deixe uma resposta