Bela

às vezes me deparo
com poucos pensamentos
poucos de tu
tu que és bela.

tu que és bela
nasceu bela
e assim será
no nome e na face

no âmago e
na classe.
nas fintas da vida
minha querida.

te esqueças
do dia em que eu disse adeus
lembres que agora venho
e digo junto com meu corpo
“somos teus”

Bruno Panhoca

Deixe uma resposta