A Viagem

Não foi a viagem mais longa

Muito menos a mais complicada, ainda que tenha sido.

Com certeza foi a mais intensa

A mais propensa

A tudo funcionar

A tudo trabalhar

Do jeito que queríamos

Com certeza foi a mais importante

De todo foi relevante

Relembro-me todos os dias daquele instante

Como uma cartomante

Você me leu

Da cabeça

Aos pés.

Bruno Panhoca

Deixe uma resposta