Se

Se eu pudesse encontrava as palavras
Eu até as escavava
Eu procurava
Incansavelmente.

Se eu pudesse escolher
Entre o certo e o errado
Eu deixava tudo de lado
E caminhava no centro
Essencialmente.

Se eu fosse prudente
Eu escolheria tal vertente
Que me ligasse exclusivamente
À um mundo nascente
Impreterivelmente.

Se eu pudesse ser nós,
Eu virava um laço
Buscando o embaraço
Visando ao abraço
Fundamentalmente.

Se eu pudesse ser tu
Eu não faria nada
Apenas meditava, relaxava, esperava
E encontrava aquele que sou eu.
Necessariamente.

Bruno Panhoca

Deixe uma resposta