Aprofundo (4/10/14, 4:34)

Fui animal
No superficial mais profundo
Tentaram-me na desconfiança
Não funcionou
Não por não ser atraente
Mas por não ser recíproco
Vijei em duplas histórias
Flutuei entre o inferno e a terra
Dionísicamente
Dou uvas e vinho
Em troca de felicidade e prazer
Coitado… Perde tempo
Acha que não tem tempo a perder
Está num défcit difícil de ser pago

Rafael Abrahão

Deixe uma resposta