Domingo à noite

Tragédias acontecem em um domingo à noite.
Independente do tédio da segunda,
E do fim de semana revigorante.
Sempre acontecerão em um domingo à noite.

Noites de domingo são tão quietas e solitárias, caladas
Tão longas quanto as quartas
Tão frias quanto as segundas
Tão estranhas quanto as terças
Tão excitantes quanto as quintas

No entanto, o tempo passa e fica tudo bem
O tempo cura e você volta a ser alguém

A sexta chega novamente e você quer sair
O sábado amanhece e você só pensa em sorrir.

Bruno Panhoca

Deixe uma resposta