Eu e você

Incapacitado.
Esquisito.
Parado.
Impedido.
Nada.
De repente
Tudo.

Lágrimas
queimam.
Suor
refresca.

Não sei nem mais o que sou,
o que fui, o que serei.
O amanhã já importa mais do que o agora
E eu torço pra esse momento ir embora.

Torço pra acordar e ver teus olhos brilharem de encontro aos meus.
Torço pra ver o balanço do seu corpo andando rápido pelas curvas do seu sorriso.
Torço pra que você venha e sinta meu corpo como eu penso que quero sentir.
Torço pra te ter nas imagens que idealizo e espero serem realizadas.
Você, pequena, é aquela que reside em minhas poesias e histórias,
Aquela que eu escrevia sem saber quem era.
Aquela que quando descobri tudo fez sentido
Encontrei abrigo
Encontrei incerteza
Encontrei amor
Encontrei você.

Bruno Panhoca

Deixe uma resposta