O homem da garoa (5/9/14, 19:34)

Enquanto vejo as horas passarem
O mundo vai secando
O amor vai secando
Mas há quem tente resuscita-lo
A vida foi jogada numa lixeira orgânica de sentimentos
Positivistas nada positivos
Linhas que dão a volta ao mundo e rotornam ao inicio
Orelhas mordidas e solas gastadas
Cafés tomados
Chopps quentes
E o ponteiro dos segundos puxando os minutos
Puxando as horas
Estagnando-me na secura racional de mim mesmo

Rafael Abrahão

Deixe uma resposta