Que é isto?

Imenso do tamanho que é a imensidão
Saber eu não sei
Rei… Não sou rei.
Sou só. Só eu.
Sou eu
Meu? Teu?
Eu?
Que sou eu?

Nada, novamente
Penso, consequentemente
Erro e continuo errando
Sento e continuo caminhando
Caminho parado, ando errado
Talvez, espero, tomara, tenha acertado.

Falou comigo?
Ser meu amigo?
Que é isto?
Sinto-me amargurado, as vezes.
Conheço bem a solidão, amiga.
Conheço a verdade solitária
Desconheço, graças a Deus, a gripe aviária

É doença… doença…
Pensa… pensa… repensa…

Sinto-te. Quero-te. Beijo-te.
Aproxime-se e perca-se.

<span style="color:#ffffff;"

Bruno Panhoca

Deixe uma resposta